Pokémon Let’s Go: Masuda Fala Sobre os Gráficos, Mecânicas de Batalha e mais!

Em entrevista à Famitsu, Junichi Masuda revelou alguns novos detalhes sobre Pokémon Let’s Go Pikachu e Eevee, falando sobre a mudança no sistema de captura e de encontrar Pokémon, diferenças de CP entre o GO e o Let’s Go, e mais. Confira os pontos altos da entrevista:

  • A principal razão do Pokémon Let’s Go não ter batalhas contra Pokémon selvagens é para faze-lo similar ao Pokémon GO.
  • Entretanto, essa não é a única razão. Masuda acredita que a mecânica clássica pode ser difícil para algumas pessoas, e por isso eles queriam simplificá-la introduzindo as mecânicas do Pokémon GO.
  • Essa decisão foi controversa até dentro da Game Freak, mas Masuda disse que como diretor, era responsabilidade dele decidir isso
  • Aparentemente o minigame de pesca também sofreu mudanças, e agora você precisa sacudir a minhoca.
  • A Game Freak precisa fazer algumas mudanças no jogo, caso contrário o gameplay ficaria obsoleto;
  • Eles pretendem continuar experimentando novos estilos de jogabilidade, e algum deles pode gerar algum tipo de discussão controversa;
  • Eles estão abertos a feedbacks, tanto negativos quanto positivos, para considerações para o futuro;
  • Quando perguntado sobre o estilo gráfico de Let’s Go, Masuda respondeu que eles escolheram o estilo para parecer mais “fantasioso”, e não realista, assim os pais iriam reconhecer que se trata de um jogo de Pokémon e que é um jogo segudo, e não precisariam se preocupar em ficar checando os seus filhos (caso o jogo fosse, de alguma forma, mais sombrio);
  • Em Pokémon Yellow não havia como saber exatamente o que fazer enquanto jogava (para onde ir, quais objetivos alcançar, etc), mas em LGPE haverá algumas novidades que farão com que o jogo seja mais fácil nesse sentido (guiar o jogador);
  • Novas mecânicas para treinar o Pokémon foram pensadas, mas para que o jogo ficasse mais parecido com o Pokémon GO, eles não fizeram muitas mudanças. As batalhas contra treiandores serão praticamente da mesma forma que já conhecemos;
  • Eevee é dublado pela Aoi Yuki, e nesses jogos, ele foi dublado para cada idioma. Por exemplo, Enquanto que nos jogos com o idioma em inglês ele falará “Eevee”, na versão em alemão ele falará “Evoli”;
  • O CP dos Pokémon em Let’s Go é diferente do Pokémon GO. Um Pokémon com o mesmo CP em ambos os jogos será mais forte no Pokémon GO;
  • Assim como em Pokémon GO, dois Pokémon com o mesmo nível mas CP diferentes significa que o que possui um CP maior é mais forte que o outro;
  • O responsável pela produção das músicas é o Shota Kageyama. Eles decidiram usar instrumentos clássicos com o objetivo de fazer com que os jogadores relaxem enquanto escutam, e criar uma visão de um mundo pacífico;
  • As Formas de Alola não aparecerão como Pokémon selvagens em LGPE, porém, existe uma forma de obte-las sem o Pokémon GO. Masuda não falou sobre como será essa forma de obtê-los, apenas disse que será algo já que é bem estabelecido nos jogos;
  • Só será possível transferir os Pokémon do GO para o LGPE quando você chegar em Fuschia City;
  • Se todos os Pokémon de Kanto forem capturados, algo de bom acontecerá no jogo;
  • Segundo Masuda, enquanto que o Let’s Go será um jogo para se jogar em casa na sua TV, o Pokémon Switch 2019 é um jogo para ser jogado com seus amigos, cada um com o seu próprio Nintendo Switch, sendo mais similar aos jogos anteriores que eram jogados nos portáteis;
  • A Game Freak tentará fazer com que o título de 2019 tenha conexão com Pokémon Let’s Go.

Fonte

 

Other Articles